STEAM

"(...)
- O seu planeta é muito bonito. Haverá oceanos nele?
- Come hei-de saber? disse o geógrafo.
- Ah! (o princepezinho estava dececionado.) e montanhas?
- Como hei de saber? disse o geógrafo. [...]
- Mas o senhor é geógrafo
- É claro, disse o geógrafo; mas não sou explorador. Há uma falta absoluta de exploradores.
Não é o geógrafo que vai contar as cidades, os rios, as montanhas, os mares, os oceanos, os desertos (...)"

O Principezinho, Antoine de Saint-Exupéry

O que é

STEAM - Ciência, Tecnologia, Engenharia, Arte e Matemática

A divisão do conhecimento por disciplinas, apesar de facilitar a instituição do ensino, cria de uma forma artificial barreiras à concepção do mundo real.

"As disciplinas não devem ser ensinadas isoladamente, pois elas não existem isoladas no mundo real". (STEM Task Force, 2014)

É por isso um desafio posto a todos, professores, estudantes e familiares para que haja mais inovação na literacia cientifica e maior pensamento computacional.

Diríamos que estes são os pontos fundamentais que STEAM desenvolve:
- Relevância (veem a ligação entre o assunto que estão a estudar e o seu cotidiano)
- Envolvimento (os alunos mostram interesse directo e motivação para interagir com o assunto)
- Autonomia (os estudantes sentem-se confortáveis no uso de ferramentas relacionadas com a ciência).
- Consciência (os estudantes estão cientes da variedade que existe em termos de carreiras disponíveis em STEAM)

Para que serve

Queremos promover não só a capacitação de cada indivíduo na utilização de novas tecnologias, mas também fornecer ferramentas para que desempenhe o seu papel como cidadão de um mundo cada vez mais global.

STEAM deverá ter como objetivos principais a:
- Resolução de problemas
- Criatividade
- Argumentação
- Curiosidade intelectual
- Tomada de decisões baseados em dados
- Flexibilidade